Sejamos afirmativos: a felicidade é o único tema realmente digno de uma filosofia do século XXI comprometida com o ser humano.

O que pode ser essa felicidade que examinamos desde os antigos? Por um lado, ser prudente e não correr riscos desnecessários. Por outro lado, ousar. Controlar os desejos ou realizar fantasias. Compreender os próprios limites ou não se deixar limitar por medo de tentar.

R$ 35,00

Produto em estoque
Detalhes do Material

A pequena sinfonia da vida

A felicidade é a ideia de algo que não tem uma só forma. Um objeto não diz o que é a felicidade. Ela é aquilo que não podemos tocar, mas sempre que sonharmos e desejarmos poderemos alcançar. Um estado de espírito gasoso, uma névoa, um sol, uma lua que poderá durar muito tempo, o suficiente para nos sentirmos completos e realizados.

A felicidade é a eternidade desmentida por nosso estado de espírito, a verdade reivindicada por nossos sonhos, dias vividos e coisas que jamais teremos definitivamente.

A felicidade não está apenas na nobreza de quem tem o dom de dizer que ela existe. É mais simples, muito mais simples. Pode ser lida, pode ser vivida, pode ser tocada com o céu da boca, com os olhos fixos na tela, com a audição de uma música, de uma voz, de um coral.

A felicidade é o gás que move a serotonina. É o propulsor para a vida e para a morte. Mas está oculta. Aqui, a felicidade está em passar de texto a texto escritos por Juremir Machado da Silva. É alçar voo nos temas que estão contidos nesta pequena obra-prima do cotidiano.

A felicidade é como um remédio inventado por criadores de histórias, por gente que usa o corpo para mostrar sua agilidade e destreza em ser quase um passáro, por gente de todas as cores. Este livro é o exercício do pensamento em nome do próprio pensar. O estar junto da vida é a possibilidade de reescrever questões de forma pessoal.

A vida é feita de felicidades e experimentos do que temos, e não do que já perdemos. Sigamos no embalo da música. Reinventar a vida através de livros escritos por Juremir Machado da Silva. Nesta obra, em textos publicados no Correio do Povo, ele revisita 35 pensadores para falar da felicidade, de Sócrates e Platão a Michel Maffesoli.

Luis Antonio Gomes - Editor